Category: Vale do Loire

Domaine Des Roches Neuves- A Potência, a Elegância e a Pureza da Cabernet Franc do Loire

Por , 07/03/2015 11:44

photo1 (9)

Um dos melhores e mais equilibrados varietais de Cabernet Franc que eu já tomei até hoje, chama-se  Domaine Des Roches Neuves 2012, proveniente de vinhedos cultivados na  AOC Saumur Champigny, uma soberba região vitícola do Loire, onde uma combinação especial de argila, calcário, sílex e solos aluviais, ajudam na produção de vinhos, com potência e elegância ao mesmo tempo, suas videiras produzem Cabernet Franc com grande pureza, podendo envelhecer por décadas.

De coloração rubi profundo, com nuances granada, o vinho encanta pela intensidade e complexidade dos seus aromas, onde predominam as frutas vermelhas maduras e toques de chocolate, na boca confirma o que o nariz prometeu, possui a elegância dos grandes vinhos,  corpo médio, macio e saboroso, acidez viva, extremamente equilibrado e um final de longa duração. Uma das caraterísticas que mais me impressionou neste Cabernet Franc, foi o seu poder de evolução na taça,  pouco a pouco vai  se  revelando e mostrando todas as suas qualidades. A graduação alcóolica é de civilizados 12.5% .

O produtor Thierry Garmain, é de uma tradicional família de vinhateiros de Bordeuax que mudou-se para o Loire em 1991, atraído pelo equilíbrio do  terroir, considerado um dos melhores da França, para o cultivo das castas  Cabernet Franc, Chenin Blanc e Sauvignon Blanc.  De acordo com alguns críticos franceses, Germain é um dos viticultores de elite e todos os seus vinhos são de excelente qualidade, mas não são fáceis de encontrar, pois a demanda por eles é muito grande.

champigny

Totalmente biodinâmicos desde a safra  2005, seus 28 hectares de vinhedos são trabalhados de uma forma natural, com o objetivo de manter a videira e o solo de forma mais saudável , possui um terreno , onde prepara o seu próprio adubo, esmaga suas uvas a pé e evita o uso de enxofre até onde é possível, além disso incorpora em sua agricultura, filosofias do zodíaco, para entender a posição do homem e da vinha no cosmos.  A colheita é manual e a seleção de uvas é feita num nível mais maduro, a vinificação é  realizada em pequenos lotes e o engarrafamento é sem colagem e nem filtragem. 

Alguém já disse e eu concordo plenamente que uma das maneiras de saber que estamos diante de um bom vinho, é  quando ele acaba e a vontade de continuar bebendo permanece. Pois foi exatamente isso que aconteceu quando bebemos  o Domaines Des Roches Neuves 2012, há alguns dias atrás. 

Pouco conhecido aqui no Brasil e difícil de encontrar, este  Cabernet Franc do Loire , superou as minhas expectativas em todos os quesitos, inclusive no preço de 80 reais que paguei por ele, na Loja Vinhos do Mundo em Porto Alegre. 

Panorama Theme by Themocracy