Category: curiosidades

Vinícola Gaúcha Recebe Medalha de Ouro… em 1923 !

Por , 06/02/2017 13:19

Olá amigos !

Acredito que poucas pessoas tenham conhecimento que há mais de 100 anos, já existia uma vinícola na região da Campanha Gaúcha.

Pois saibam que em 1888 o  imigrante espanhol José Marimon, adquiriu terras, implantou vinhedos e construiu a primeira vinícola gaúcha e brasileira que se tem notícias, cuja Razão Social denominava-se, J.Marimon & Filhos, localizada na Vila de Seival, no município de Bagé, onde manteve suas atividades por quase 80 anos.

IMG_2520

photo1 (4)

photo4 (7)

Como sou daquele região, eu  já conhecia um pouco a história da vinícola Marimon,  mas o que eu não sabia, é que há 94 anos atrás, a J.Marimon & Filhos, recebeu uma medalha de ouro pela qualidade dos seus vinhos,  como mostra de forma inequívoca, este artigo  de fevereiro de 1923,  do extinto jornal Correio do Sul de Bagé. 

abcjmarimon

Por essas coincidências da vida, quis o destino que no início dos anos 2000, a propriedade da  antiga J.Marimon,   fosse adquirida, por uma das principais vinícolas brasileiras da atualidade, que naquelas mesmas terras, está produzindo belos vinhos, inclusive alguns  que já receberam diversas medalhas de ouro.

amiolo

J.Marimon & Filhos e Miolo Group, duas vinícolas pioneiras em diferentes momentos da vitivinicultura brasileira, ligadas por uma história de quase 130 anos !

Já tem brasileiro querendo imitar !

Por , 30/01/2017 14:01

 

Olá amigos !

Depois desta foto ter viralizado nas redes sociais,na semana passada, onde o craque Neymar Junior, da Seleção Brasileira e do Barcelona, aparece ao lado da irma e da namorada, bebendo o vinho Vega-Sicília “Único”, o tinto mais famoso e  mais caro da Espanha… 

abcneymar

 

Já  tem brasileiro querendo  imitar .

abcneymar1

Levar a vida com bom humor, ainda é a melhor alternativa, principalmente para uma segunda-feira !

 

 

Um grande vinho brasileiro pode estar a caminho

Por , 26/12/2016 16:06
A cada dia vai se confirmando a previsão de uma excelente e  quem sabe até, uma safra histórica na Serra Gaúcha em 2017.
A medida que vai se aproximando a data da colheita, vai aumentando a expectativa e o entusiasmo do grupo que está participando do Winemaker  Vinhos Tintos V, com a possibilidade de elaborar um grande D.O. Vale dos Vinhedos Merlot .
Segue abaixo, informações e imagens dos vinhedos, feitas hoje pela equipe da Miolo : 
Os dias mais quentes e as noites com temperaturas baixas, favorece o metabolismo de compostos muito importantes para a estabilidade da cor dos vinhos.  
Aqui no Grupo Miolo o trabalho continua a todo vapor, os Vinhedos estão ficando coloridos! 
abpintor
 
Sim, está iniciando a fase Pintor, aonde os cachos vão ganhando a sua coloração típica. Essa fase fenológica marca o inicio da Maturação. 
 
As bagas de uva deixam de ser verdes e duras e passam a ter elasticidade e cor tintas, no caso das castas tintas, e translúcidas ou amarelado, no caso das brancas. 
abpintor1
Essa fase é acompanhada pelo início da acumulação de açúcares e da diminuição da acidez. 
 
Chegou o período mais importante para nossos Vinhedos. 
Bons presságios nos acompanham! Venha 2017!
 

A melhor maneira de colecionar vinhos é na memória !

Por , 23/11/2016 14:13

Fazendo uma breve reflexão sobre a vida, cheguei a conclusão que a melhor maneira de colecionar vinhos é na memória, principalmente para aqueles que assim como eu,  já viveram mais do que a metade do tempo que lhes resta, segundo as estatísticas.

O certo é que na  vida  tudo é incerto, ninguém sabe como será o amanhã, independente da sua faixa etária. O imponderável está sempre a espreita!

afrase11

Eu que há algum anos atrás, era um destes que gostava de comprar vinhos, para beber somente em ocasiões especiais, troquei a minha filosofia:  ocasião especial é abrir um bom vinho para degustar, sempre em boa companhia, é claro !

A Água e o Vinho !

Por , 15/10/2016 09:45

Hoje ao tomar conhecimento que a Vigilância determinou o recolhimento de água contaminada de mercados do Rio Grande do Sul,  lembrei da frase do escritor e filósofo britânico, Roger Scruton, autor do livro “Bebo, Logo Existo.”

afrase27

A propósito, alguém sabe quando foi a última vez que algum lote de vinho foi proibido de ser consumido, por problemas  de contaminação ?

O vinho não foi feito para dar status

Por , 11/10/2016 18:20

Infelizmente tem muita gente  que utiliza o vinho, como uma forma de poder e ostentação, principalmente em países sub desenvolvidos, com alto nível de corrupção, onde proliferam as organizações criminosas que enriquecem as custas de negócios ilícitos.

Inclusive fiquei sabendo lá na Borgonha que um dos maiores clientes do Romanée Conti, considerado o vinho mais caro e mais raro do mundo, é um político brasileiro muito conhecido pela sua fama de corrupto.

afrase9

Comprando Vinhos em Tempos de Crise

Por , 13/07/2016 16:34

Em tempos de crise, de aumento de tributação e do dólar, o ideal  é procurar vinhos bons e baratos, mas convenhamos que isto não é uma tarefa fácil, pois via de regra, o vinho de  preço muito baixo, significa  vinho de baixa qualidade .

Na dúvida compre um vinho que caiba no seu orçamento, pois se ele for ruim,  pelo menos não vai afetar o seu bolso e se for bom você terá feito uma bela descoberta.

Até alcançar um nível razoável de conhecimento, muito vinho ruim você ainda vai tomar, independente de serem caros ou baratos e  não tem como ser diferente, pois é  somente tomando vinhos ruins que aprendemos a conhecer os  bons .

Porém se você quiser reduzir as chances de errar, peça dicas para amigos que tenham algum conhecimento, ou compre vinhos nas promoções em lojas especializadas, pois ali você  poderá encontrar um profissional que vai lhe indicar bons custos/benefícios.

E por falar em indicação, mesmo que você não tenha pedido, segue uma que dificilmente você vai se dar mal .

photo2 (4) (254x640)

Este Merlot da vinícola Valmarino, assim como o seu Cabernet Sauvignon, estão custando no site da Loja Vinhos & Sabores, menos de 40 reais.

 

Um Vega Sicília “Único” é inesquecível ministro !

Por , 17/01/2016 09:01

Pois o ex governador  da Bahia e atual ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, conseguiu a proeza de esquecer que recebeu não uma, mas três garrafas de Vega Sicília Único safra 2003 .

Com todo respeito ministro,  não estamos falando de um vinho qualquer,  o Vega Sicília, já traz a sua qualidade no nome, ele é “Unico”, é considerado uma lenda na Espanha e um dos melhores  e mais caros vinhos do mundo, cujo preço de uma garrafa aqui no Brasil, custa mais de 2 mil reais, dependendo da safra.

photo2 (4) (480x640)

O Vega Sicília “Único” é frequentador assíduo das mesas de  milionários em todos os cantos do planeta e o senhor, simplesmente não lembra que ganhou três garrafas deste símbolo de prazer e status.

Sinceramente não consigo entender  este seu lapso de memória, a não ser que o senhor não goste de vinhos, ai neste caso, o seu o amigo colocou dinheiro pela janela, pois poderia ter lhe presenteado com uma caixa de Chalise que o efeito seria o mesmo, ou então existem outras motivações para o seu esquecimento,  que a minha vã filosofia não consegue entender.  Vai saber !

A melhor opção para trazer vinhos na mala com segurança

Por , 18/09/2015 18:34

Este post é para você que já  passou  pelo dissabor de ter as  suas roupas manchadas e além disso, ainda perdeu aquele vinho especial que  trazia na mala,  porque a garrafa  quebrou durante o trajeto.

Mas este post, também é para você que  em algum momento, ficou com receio de trazer  grandes vinhos do exterior,  por falta de uma alternativa segura para transportar as garrafas.

No último mês de agosto, há poucos dias de retornar de uma viagem,  conversei com algumas pessoas, sobre a maneira mais segura de trazer alguns vinhos na mala. Foi então que fiquei sabendo da existência de uma embalagem que além de proteger a garrafa contra grandes impactos, também tem a capacidade de absorver o líquido, no caso de uma eventual quebra.

Acredito que assim como eu, a grande maioria dos meus leitores nunca antes ouviram falar deste produto, mais um bom  motivo para escrever este post e compartilhar a descoberta com todos.

 bag1

A JetBag é uma sacola plástica, desenvolvida exclusivamente, para proteger o casco e sugar até 750 ml do líquido, através do seu forro absorvente. Possui fecho de vedação, é reutilizável e biodegradável.

bag

O que eu posso relatar da experiência que tive com as JetBags, é  que elas cumpriram o seu papel , tanto na proteção das garrafas, quanto das bagagens que chegaram ao seu destino em perfeitas condições, depois de uma viagem internacional, com duas conexões.

bag2

Os vinhos já estão na adega(alguns já foram degustados) e as  JetBags, estão devidamente guardadas no armário, a  espera de uma próxima viagem,  pois como já citei no início, elas podem ser utilizadas diversas vezes.

Aos interessados, a minha sugestão é que adquiram as suas JetBag pela internet, antes de viajar, pois além do preço ser bem mais barato, não são muito fáceis de se achar. As que comprei, tive a sorte de encontrá-las  numa loja de vinhos em Beaune, por indicação de amigos, mas o preço é salgado.

De todas as alternativas que já testei até hoje,  a sacola JetBag , é com certeza a mais segura. 

 

Você sabia que existem Borgonhas feitos com Sauvignon Blanc?

Por , 03/09/2015 22:10

É bem possível que   assim como eu,  muita gente não tenha conhecimento que os vinhos da Borgonha, não são feitos apenas com as uvas Pinot Noir  e Chardonnay, como é divulgado pela grande mídia.

O que  contribui para esta  desinformação geral, é que grande parte das publicações  especializadas e  cursos sobre o mundo dos vinhos,  divulgam apenas e tão somente, os famosos e mundialmente reconhecidos, Borgonhas, produzidos com estas duas castas.

Poucos sabem que  existe um “Grand Vin de Bourgogne” denominado, Sauvignon de Saint Bris, Apellattion Village,  criada por decreto  em 10 de janeiro de 2003,  cujos vinhos são produzidos, apenas com a casta Sauvignon Blanc .

A  AOC de  Saint Bris, abrange uma área de pouco mais de 130 hectares de vinhedos, ao norte da Borgonha e fica situada  entre os vinhedos de Chablis e Auxerrois, e são divididos em cinco comunas de produção  a saber: Saint-Bris-le-Vineaux, Citry, Irancy, Quenne e Vincelottes.

Bris Saint8

Os vinhos desta denominação, com certeza não possuem  o mesmo reconhecimento dos seus conterrâneos feitos com Pinot Noir e Chardonnay, mas  são  de muito boa qualidade e seus preços são bem mais acessíveis aos bolsos dos enófilos.

bersan

bersan1

Uma boa parte destas informações que estou compartilhando com meus leitores, fiquei sabendo durante  a visita que fizemos no último mês de agosto, à   propriedade Domaine Bersan, localizada na comuna de Saint-Bris-Le-Vineaux, pertencente a descendentes de uma família que produz vinhos na região, há várias gerações.

bersan2

Bris Saint4

Conhecemos as suas caves subterrâneas , construídas nos séculos XI e XII que é um verdadeiro monumento da história da Borgonha, e ainda tivemos o privilégio de degustar os vinhos das suas diversas apelações, entre eles os da então desconhecida Sauvignon Saint Bris. 

Espero que esta publicação tenha servido,  para  que no mínimo, meia dúzia de enófilos  fiquem sabendo que  nem só de Pinot e Chardonnay vive a Borgonha. Se isto acontecer este post já terá valido a pena. 

 

 

 

Panorama Theme by Themocracy