Espumantes brasileiros para não sentir saudade dos importados

Por , 31/12/2014 12:22

Este  não é mais um post, para alardear sobre a qualidade dos espumantes nacionais, pois isto o Brasil inteiro e uma boa parte do mundo já está sabendo.

O ultimo post de 2014 deste blog, será sobre alguns dos muitos espumantes brasileiros especiais que com certeza, não  deixarão  saudade dos estrangeiros.

IMG_0758 (1)

natal2012-2

natal2012-3

 

- LH Zanini Extra-Brut

- Máximo Boschi Speciale- Extra-Brut

-Valmarino e Churchill Extra Brut

-Cave Geisse Blanc de Noir-Brut

-Estrelas do Brasil Brut Champenoise

-D.Giovanni Brut Ouro

-Dona Bita Champenoise

-Valduga 60 meses

Como eu falei no inicio, estes são apenas alguns dos considerados espumantes brasileiros extra classe, mas existe uma relação maior de rótulos dentro da mesma categoria.

Desejo a  todos os leitores que prestigiaram este blog ao longo  de 2014, que tenham um 2015, muito acima das suas expectativas, em todas as áreas das suas vidas.

Feliz 2015 ! 

Nova degustação as cegas, mostra o que muitos já sabem !

Por , 01/12/2014 19:49

Desde que a  mais famosa degustação as cegas realizada em Paris, surpreendeu o mundo em 1976, a grande maioria das provas de vinhos realizadas no mesmo formato, continuam apresentando resultados inesperados e aplicando lições de humildade nos grandes experts no assunto .

Na mais recente degustação as cegas  que participei, realizada no final de outubro, pelo Clube do Tinto, cujo tema foi: descobrindo as diferenças e semelhanças, entre os vinhos da Serra Gaúcha e os vinhos de Bordeaux, pelo menos para mim não teve nenhuma surpresa, o resultado apenas mostrou o que muita gente já sabe.

deg2 (640x478)

Os vinhos gaúchos que participaram da prova foram os seguintes:

deg (640x478)

Valmarino Reserva da Familia 2008- Pinto Bandeira- 79,00

Dall’Agnol Superiore 2008- Faria Lemos- 105,00

Máximo Boschi Merlot 2005- Vale dos Vinhedos-62,00

Os vinhos de Bordeaux, foram os seguintes:

deg1 (640x478)

Chateau Mancèdre Cuvée du Roy 2005- Pessac Léognan- 107,40

Chapelle Saint-Martin 2009- Puisseguin Saint-Emilion-58,50

Chateau Luc de Beaumon 2009- Blaye Côtes de Bordeaux-59,33 

O ranking final ficou assim:

1º lugar- Maximo Boschi Merlot 2005

2º lugar- Dall’Agnol Superiore 2008

 3º lugar- Chateau Luc de Beaumon 2009

4º lugar-Valmarino Reserva da Familia 2008

5º lugar-Chateau Mancèdre Cuvée du Roy 2005

6º lugar- Chapelle Saint-Martin 2009

 O objetivo desta degustação não  foi de forma nenhuma, provar que os vinhos nacionais são melhores, mas apenas mostrar  que o Brasil já está produzindo vinhos de muito bom nível e que em alguns casos, são iguais ou superiores a muitos vinhos importados.

 

Panorama Theme by Themocracy