Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010

Por , 21/05/2015 18:55

Alguns momentos de felicidade que surgem na vida da gente, vem de coisas simples que quase sempre estão ao nosso alcance, dependem unicamente da nossa vontade, criatividade e inspiração.

Há algum tempo tenho por hábito, dar alguns dias de descanso para o fígado, assim sendo, depois dos nossos almoços dominicais, só volto a tomar vinho na quarta-feira, mas ontem resolvi quebrar a rotina, decidi mudar o calendário e antecipei a quarta-feira.

O vinho escolhido não poderia ter sido mais apropriado para transformar uma prosaica noite de terça-feira, em momentos de prazer.

apietro

O Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010 arrasou  e de quebra ainda trouxe belas lembrança de grandes momentos vivenciados  no Piemonte! 

Foi produzido com 100% de uvas Barbera, cultivadas em vinhedos na localidade de Madonna Di Como, com exposição Sul-Oeste, em solo rico de calcário e argila, numa altitude entre 280 a 340 metros acima do nível do mar.

O envelhecimento durante 6 meses em barricas de segundo uso 80%  e  barricas novas 20%, revelou-se uma estratégia acertada,  pois  a madeira ficou bem integrada, servindo apenas para dar estrutura e complexidade ao vinho, sem  a pretensão de ser a protagonista.

 De cor vermelho rubi translúcido, apresentou aromas intensos e nítidos de frutas vermelhas maduras, toques de especiarias e notas balsâmicas, na boca muito elegante, equilibrado, ótima acidez e final persistente. Seus 14% de teor alcóolico em nenhum momento se destacou.  

Eu diria que o  Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010, entra para a minha galeria dos  vinhos especiais, não só pela sua alta qualidade, mas principalmente por ter me proporcionado  momentos prazerosos, numa simples e corriqueira noite de terça-feira   !

 

Abrir uma garrafa de Champagne não é para amadores.

Por , 18/05/2015 17:30

Que o diga Djokovic, o grande vencedor do Master 1000 de Roma na tarde do último domingo e  atual número 1 do ranking da ATP.

Pois o nosso campeão, ao abrir o Champagne para comemorar o título, foi atingido na testa pela rolha, sem maiores consequências é verdade, mas se por acaso a rolha tivesse acertado um dos seus olhos, poderia inclusive, comprometer a sua brilhante carreira.

ad

Certa vez vez num curso de degustação ministrado pelo mestre Adolfo Lona, fiquei sabendo que é preciso tomar muito cuidado ao abrir um espumante, pois a força da pressão que existe dentro de uma garrafa , pode causar sérios problemas, se  a rolha atingir algum órgão mais sensível.

Outra coisa que eu aprendi com o mestre Lona, foi a não confiar totalmente na segurança da rolha,  pois as vezes  ela pode ser expelida imediatamente a retirada da gaiola de proteção, devido ao aumento da pressão, principalmente quando a garrafa é agitada antes de ser aberta, como costumam fazer os campeões.

Há muitos anos atrás,  ao abrir uma garrafa de espumante, para celebrar uma data especial, eu acabei quebrando o vidro da janela da minha cozinha, pois a rolha saiu da garrafa que nem um projétil e abriu um rombo no vidro,  como se tivesse sido atingido por uma bala de revólver 38.

Desde então,  eu sempre retiro a rolha e a gaiola ao mesmo tempo, fazendo pressão  com uma mão e girando a garrafa devagar, com a outra, de forma que o gás que está concentrado, vá  sendo eliminado lentamente e com total segurança.

Como foi possível assistir pela TV no último domingo, abrir uma garrafa de espumante não é coisa para amadores !

Desconto de 30 por cento e frete grátis

Por , 16/05/2015 19:38

Os leitores que acompanham este blog há mais tempo, sabem que o nosso compromisso é escrever  com total isenção, sobre os assuntos ligados ao mundo do vinho.

Esta publicação não tem  fins lucrativos e nenhum interesse comercial de qualquer espécie, desta forma gozamos de ampla e total liberdade para dar a nossa opinião, sem nenhum tipo de condicionamento.

O que  as vezes acontece, é que no intuito de bem informar os nossos leitores, precisamos  fazer  algumas citações que acabam se tornando uma espécie de comercial, mas isto não temos como evitar. O mais importante é que não auferimos nenhuma vantagem nestas divulgações. 

Agora mesmo por exemplo, eu não posso deixar de informar, sobre a  parceria do Itaú Personnalité e da Wine.com, que está oferecendo aos clientes daquele banco, a possibilidade de comprar vinhos pelo seu site, com o expressivo desconto de 30%  e frete grátis, para entrega em todo o Brasil.

Na semana que passou,  pude comprovar que não se trata daquelas promoções, para enganar os menos avisados, onde os preços são aumentados, para depois oferecer um desconto atraente!

A  promoção é realmente muito boa e os vinhos do catálogo também, principalmente os franceses da Borgonha.

Monte das Servas- Homenagem ao dia das mães !

Por , 09/05/2015 15:43

Quando eu abri este vinho, ontem a noite e fiz um brinde em homenagem as mães, não tinha me dado conta que o nome deste vinho, tem  tudo a ver com a relação mãe e filho.

Na verdade, toda a mãe que se preze, acaba sendo uma serva do(s) seu(s) filho(s), mas ao contrário das servas da antiguidade, que eram obrigadas a desempenhar este papel, a mãe é uma serva por vocação, que  tem  muito prazer, amor e orgulho, em servir seus filhos durante toda a sua existência.

Assim, em homenagem ao dia das mães, eu  deixo aqui o meu abraço, o meu carinho e o meu respeito à todas as mães!

amonte

E já que é impossível que sejam eternas, pelo menos que tenham vida  longa !

Quanto ao vinho Montes das Servas Escolha 2011, trata-se de um belo alentejano, digno das homenageadas ! 

 

 

 

Domaine de Valmoissine Pinot Noir 2012- De volta a rotina de prazer e alegria

Por , 03/05/2015 20:52

Depois de ficar uma eternidade( 10 dias) sem beber vinho, neste domingo, voltei a minha rotina de prazer e de alegria.

E voltei bebendo, nada menos que um Pinot maravilhoso, um legítimo representante da Bourgogne,  que leva a assinatura de Louis Latour, um dos mais tradicionais produtores daquela região.

O Domaine de Valmoissine Pinot Noir 2012,  mostrou que mesmo não sendo um  dos top da vinícola, é um vinho de muita qualidade.

 adomaine

Possui a  coloração tradicional dos Pinot Noir da Borgonha, um vermelho transparente e brilhante, seu aroma de frutas vermelhas frescas é  intenso, na boca é elegante, equilibrado, acidez perfeita e final persistente. Seu envelhecimento, entre 12 e 14 meses, foi apenas em cubas de inox e o seu teor alcóolico é de 13%

Os vinhedos que deram origem a este belo vinho, estão localizados em terreno a base de calcário e argila,  a 500 metros acima do nível do mar, junto a Universidade de Valmoissine e a idade das suas vinhas é de 15 anos em média.

 Apesar da  grande qualidade demonstrada,  o  Domaine de Valmoissine  Pinot Noir 2012, chegou  na Loja Vinhos do Mundo, em Porto Alegre, ao preço de 89 reais o que na minha opinião é um ótimo custo/benefício, para um vinho elaborado por um dos grandes produtores da Bourgogne. E pelo visto muita gente teve a mesma impressão, pois o estoque na loja acabou em poucos dias.

 

 

 

Panorama Theme by Themocracy