Sassicaia 2008 – Forte candidato ao Oscar de melhor vinho já degustado

Por , 26/07/2015 22:12

A primeira  vez que ouvi falar no Sassicaia, foi num diálogo dos personagens do filme Sidewais, em 2005,  o melhor  que assisti até hoje, relacionado ao assunto vinho.

assassicaia

Lembro de  um dos personagens, ter falado que foi um Sassicaia 1998,  o  responsável por ele ter se atirado de cabeça no mundo do vinho, e estou falando  aqui de um filme americano que se passa no Napa Valey, a meca do vinho daquele país  e o Sassicaia é  italiano.

Gostei tanto do filme que quando  saiu em DVD, comprei para revê-lo de tempos em tempos, desde então  o  Sassicaia, nunca mais saiu da minha lembrança.

asideways

Na época  eu não tinha a menor ideia da grandeza deste vinho, mas a medida que eu fui me aprofundando neste universo enológico, fiquei sabendo que o Sassicaia era considerado um dos grandes vinhos, não só na Itália onde é produzido, mas em todo o mundo.

Sempre tive  curiosidade e vontade de provar este vinho que é quase uma unanimidade mundial, tanto da crítica especializada, como dos seus felizes consumidores, mas o seu preço em nosso pais,  é inacessível, para a grande maioria dos enófilos brasileiros.

Mas eis que em 2011, quando fiz uma viagem a Itália, ao entrar numa pequena enoteca em Montalcino, me vi frente a frente com uma garrafa do grande Sassicaia safra 2008, uma das melhores deste novo século, mas segundo indicações, só estaria no ponto ideal para ser  degustado, em 2015.

O preço era cinco vezes menor que no Brasil,  mesmo assim ainda continuava muito caro para  meu bolso, mas no final, toda aquela vontade reprimida aflorou diante daquele vinho que há muitos anos era objeto do meu desejo e eu acabei cometendo a loucura de comprar uma garrafa para trazer no retorno da viagem.

Durante  este tempo todo, a garrafa do Sassicaia, ficou descansando na minha adega, enquanto evoluía e ganhava condições de ser degustado.

Há uns dias atrás, quando me dei conta que o vinho já havia atingido o tempo mínimo recomendado, para  ser aberto, decidi que havia chegado o momento.

Hoje em nosso tradicional almoço dominical,  o grande  protagonista foi o Sassicaia 2008, forte candidato ao Oscar de melhor vinho que degustamos nos últimos tempos.

 assassicaia1

O Sassicaia é realmente um vinho espetacular! É tudo aquilo que eu ouvi falar dele nestes anos todos e mais um pouco.

assassicaia2

Não vou estragar este momento, com nenhum tipo de análise do vinho, nem tentar descrever as sensações que sentimos, ao beber este Sassicaia 2008,  apenas vou dizer que é daquelas raridades que fazem parte da categoria dos vinhos emocionantes.

Blog do Umpierre a Caminho da Borgonha

Por , 24/07/2015 09:18

Na próxima segunda-feira, estaremos embarcando, com destino a Borgonha, levando na mala uma imensa expectativa, em  conhecer a magia deste  lugar , onde o vinho é produzido há séculos e principalmente, aprender tudo que o tempo permitir, sobre as suas célebres “denominações”, suas regiões demarcadas, chamadas “climats” e os seus vinhos de estilo inimitável e personalidade diversas que há poucos dias foram declarados Patrimônio Mundial, pela UNESCO. 

borgonhapatrimonio

A nossa base será a cidade de Beaune, de onde partiremos diariamente, para as visitas que faremos a alguns produtores autênticos da região, para conhecer um pouco das suas histórias, dos seus métodos de cultivo e vinificação, e obviamente, degustar os seus vinhos.

Serão  oito dias de uma intensa agenda enogastrônomica, que prevê visitas à dez vinícolas,  degustações, almoços em vilarejos, piquenique em meio a vinhedos, jantares harmonizados, além de passeios aos principais pontos turísticos e históricos da região !

aroute

Nossa temporada na Borgonha, terá o acompanhamento personalizado  de Jean Claude e Lígia, da Consultoria Relações Brasil/Bourgogne, especializada em enoturismo na região.

Não tenho dúvidas que retornaremos da Borgonha, com um belo excesso de bagagem, mas felizmente não haverá sobretaxas  e nem o risco de ser barrado na Alfândega, pois não estipularam limite para  a importação de conhecimento,possivelmente porque ainda não encontraram uma maneira de  inspecionar o nosso intelecto .

 

 

A Falta de Seriedade e Credibilidade dos Concursos e Premiações

Por , 19/07/2015 18:35

Quem é profissional liberal, empresário, administrador, ou convive na intimidade com a gestão de uma empresa, conhece bem como funciona o mercado de premiações, desenvolvidas  por revistas, empresas de marketing e instituições de vários setores, especializadas  em organizar eventos com ampla cobertura de mídia, para divulgar profissionais, empresas e produtos que receberam algum tipo de prêmio, por se destacar em seu segmento.

O grande problema da maioria destas promoções, é a  falta de seriedade e de credibilidade, pois na verdade, o único critério para receber o tal prêmio, é pagar um valor estipulado pelos organizadores do  evento.

Não estou fazendo estas afirmações, apenas porque ouvi falar, mas por receber anualmente, há mais de 30 anos, estes tipos de convites, que nos são oferecidos por  estas empresas .

Em todos estes anos, apesar da insistência, sempre recusei  estes convites taxativamente, por ter a convicção de que o prêmio em questão, nada mais é do que uma estratégia de marketing, por sinal muito questionável .

Sempre que eu tenho notícias, destes concursos de vinhos realizados pelo mundo afora, onde vinhos  de pouca expressão, ganham premiações  fantasiosas e irreais, eu lembro destas empresas que vivem as custas de vender ilusões e acabam muitas vezes, confundindo  o consumidor.

 

Mais uma bela supresa do Douro de excelente relação preço/qualidade

Por , 12/07/2015 18:49

Analisando as opções da carta de vinhos de uma antiga Galeteria, da zona norte de Porto Alegre, onde almoçamos no último sábado,  decidimos escolher um Douro de 46 reais, preço considerado baixo, em se tratando de um restaurante.

Fiquei um pouco apreensivo quanto a sua qualidade, mas  a verdade é que nunca antes, havíamos ficado decepcionado com vinho produzido no Douro, independente de preço.

Quando as taças foram servidas, os primeiros aromas já demonstravam que havíamos acertado novamente na escolha e quando bebemos os primeiros goles, tivemos a certeza que estávamos diante de mais um ótimo vinho !

cachão

Não é a primeira vez que somos surpreendidos, por um belo vinho português de excelente relação preço/qualidade, mas este Quinta do Cachão Douro, foi simplesmente a maior de todas.

Não sou muito de ficar indicando vinhos, pois sei que o paladar das pessoas são diferentes, mas este vinho tem tudo para agradar muita gente. Para ter certeza só bebendo.

Creio que vale muito a pena conferir, pois no varejo seu preço deve ser ainda mais barato,  mas infelizmente não sei aonde tem para vender aqui na nossa Capital, só sei que a importadora é a Porto a Porto, especializada na importação de vinhos portugueses.

   

Panorama Theme by Themocracy