Chateau De Pourcieux-Um Rose Para Derrubar Preconceitos

Nestes quase 20 anos habitando o planeta vinho, devo ter comprado no máximo, umas duas ou três garrafas de vinhos rose, os demais bebi em  eventos e apesar de ter gostado de alguns, nenhum despertou o meu entusiasmo.

Não sei ao certo os  motivos pelos quais nunca me interessei pelos roses, mas desconfio que o principal seja  preconceito. 

Ocorre que na última sexta-feira 13, eu fui surpreendido por um rose simplesmente maravilhoso.  Beber o Chateau De Pourceiux 2013, um legítimo Provence,  foi muito prazeroso e vai fazer eu explorar com mais frequência o universo dos roses.  

 

rose

Tudo é bom  neste rose, sua bela coloração salmão já seduz ao primeiro olhar, o aroma é um festival de frutas vermelhas, um mix de framboesa, cerejas e morangos, além de um agradável toque floral,  quando o palato entra em contato com o vinho é um show de sensações, desde sabor, frescor,  acidez, até o  final persistente. 

Produzido a partir de um corte de 3 uvas, Cinsault, Syrah e Grenache, não foi por mero acaso que venceu o Top Ten da Expovinis por 5 anos (2007, 2008, 2010,2011 e 2012). Pode ser tomado como aperitivo ou serve também, para acompanhar saladas,  frutos do mar, peixes, frangos grelhados e outros alimentos leves. Seu teor alcóolico é de 13.5% .

Abrir uma garrafa deste Chateau De Pourcieux, para tomar num final de tarde ou inicio de uma noite de verão, após um dia de trabalho cansativo e estressante, é  garantia de  total relaxamento e momentos de muito prazer .

 

2 comments for “Chateau De Pourcieux-Um Rose Para Derrubar Preconceitos

  1. Dubern
    01/03/2015 at 07:35

    Ola, com todo o respeito que eu tenho para você, o assunto é justamente que você é vítima do preconceito que rosé não é vinho ! E o pior para mim é que você está induzindo uma influença muito nefasta sobre seus leitores.
    A onde se enfrenta com o poder critivável dos bloggers especializados que impõe uma visão puramente pessoal do seu proprio mundo do vinho.
    O mundo dos rosés, e principalmente na França é extremamente rico e ocultar isso é para mim criminoso respeito a quem produz.
    Atenciosamente

  2. 01/03/2015 at 13:37

    Prezado Jean
    Bom dia, em primeiro lugar, quero agradecer pela sua visita ao meu blog o que muito me honra, principalmente pelo fato de ser alguém de um país que eu admiro muito, principalmente pelos grandes vinhos que produz. Sou um grande admirador dos vinhos de Bordeaux, do Loire e principalmente da Borgonha, os meus preferidos e a partir de agora dos roses da Provence.
    Com relação as suas colocações, só posso acreditar que tenha sido uma interpretação equivocada, em razão de alguma dificuldade dos diferentes idiomas, pois tudo o que ali está escrito, são palavras de elogio à este excelente rose da Provence.
    Quanto ao fato de ter escrito que eu não consumia roses por preconceito, o título da matéria, ” Um Rose para Derrubar Preconceitos”, já deixa claro a minha intenção de influenciar os meus leitores que também não gostam de roses, a mudar de opinião.
    O único objetivo deste post foi o de mostrar que precisamos derrubar preconceitos, pois a verdade é que consumir vinhos roses não é um hábito, não só aqui no Brasil como em várias partes do mundo.
    Espero ter esclarecido as minhas colocações, mas se por acaso ainda restaram dúvidas, me coloco ao sua inteira disposição para outros esclarecimentos, mas fique certo que em nenhum momento a minha intenção foi de falar mal dos vinhos roses, pois este não é o perfil deste blog, até mesmo porque, o que eu não gosto, eu nem perco tempo em tornar público.
    Cordialmente
    Paulo Umpierre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *