Vem ai mais um grande vinho do Douro, para o mundo

Cacifado pelo enólogo José Maria Soares Franco, responsável pela produção do ícone Barca Velha, durante 28 anos, este vinho que está prestes a ser lançado no mercado, possui todos os requisitos, para se tornar um sucesso internacional.

Na verdade, são dois vinhos com o mesmo nome, um é o Duorum O.Leucura cota 200, produzido com parcelas de vinhedos que se encontram a 200 metros de altitude, mais próximo ao rio e o outro é o Duorum O.Leucura cota 400, que foi elaborado com parcelas de vinhedos a 400 metros de altitude.

FOTOLEUCURA (640x478)

O primeiro é um vinho concentrado, com taninos mais firmes, de longa evolução, devido a temperaturas mais elevadas e o segundo, um vinho mais fresco e elegante, em função do clima mais ameno, mas os dois vinhos, cada um dentro das suas caraterísticas, são excelentes!

Tive o prazer e o privilégio de degustar estes dois vinhos numa visita que fiz há poucos dias, junto com um grupo de enófilos brasileiros, a bela sede da Duorum Vinhos-Quinta do Castelo Melhor, localizada em Vila Nova de Foz Coa na sub-região do Douro Superior, quase na fronteira com a Espanha, resultante de uma sociedade entre  dois enólogos que fizeram história nas últimas décadas em Portugal, Jose Maria Soares Franco e João Portugal Ramos.

Fomos recepcionados pelo próprio Jose Maria, que nos levou a conhecer os vinhedos nas encostas do rio Douro e nos fez uma explanação detalhada, sobre as peculiaridades do terroir da região e do projeto moderno e inovador, para a produção de vinhos do Douro e Porto, com caraterísticas únicas e de dimensão internacional.

Na mesma ocasião, também degustamos o ótimo Duorum Reserva Vinhas Velhas 2009 e os demais vinhos produzidos pela Duorum, todos de boa qualidade, mas os dois O. Leucura, com certeza farão história.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *