Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010

Alguns momentos de felicidade que surgem na vida da gente, vem de coisas simples que quase sempre estão ao nosso alcance, dependem unicamente da nossa vontade, criatividade e inspiração.

Há algum tempo tenho por hábito, dar alguns dias de descanso para o fígado, assim sendo, depois dos nossos almoços dominicais, só volto a tomar vinho na quarta-feira, mas ontem resolvi quebrar a rotina, decidi mudar o calendário e antecipei a quarta-feira.

O vinho escolhido não poderia ter sido mais apropriado para transformar uma prosaica noite de terça-feira, em momentos de prazer.

apietro

O Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010 arrasou  e de quebra ainda trouxe belas lembrança de grandes momentos vivenciados  no Piemonte! 

Foi produzido com 100% de uvas Barbera, cultivadas em vinhedos na localidade de Madonna Di Como, com exposição Sul-Oeste, em solo rico de calcário e argila, numa altitude entre 280 a 340 metros acima do nível do mar.

O envelhecimento durante 6 meses em barricas de segundo uso 80%  e  barricas novas 20%, revelou-se uma estratégia acertada,  pois  a madeira ficou bem integrada, servindo apenas para dar estrutura e complexidade ao vinho, sem  a pretensão de ser a protagonista.

 De cor vermelho rubi translúcido, apresentou aromas intensos e nítidos de frutas vermelhas maduras, toques de especiarias e notas balsâmicas, na boca muito elegante, equilibrado, ótima acidez e final persistente. Seus 14% de teor alcóolico em nenhum momento se destacou.  

Eu diria que o  Pietro Rinaldi Monpiano Barbera D’Alba 2010, entra para a minha galeria dos  vinhos especiais, não só pela sua alta qualidade, mas principalmente por ter me proporcionado  momentos prazerosos, numa simples e corriqueira noite de terça-feira   !

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *