A MAIS NOVA REVELAÇÃO DO VINHO NACIONAL

O relógio marcava 14 horas e 10 minutos, de sábado 18/11, quando chegamos em frente aos portões da Vinícola Guaspari, a mais nova sensação do vinho nacional , que está conquistando corações e mentes dos enófilos brasileiros.

A Guaspari é a primeira e única vinícola do município de Espírito Santo do Pinhal, localizada na divisa com o estado de Minas Gerais, a 200 km da Capital Paulista.

A tão aguardada visita, agendada com mais de 30 dias de antecedência, estava começando.

Fomos recebidos pelo enólogo João Felipe, que começou contando sobre a história da vinícola, fundada pela família Guaspari, de origem italiana, ligada a empreendimentos rurais .

Tudo começou em 2001, quando a família compra duas fazendas cafeeiras na região da Serra da Mantiqueira paulista e identifica condições ideais à viticultura.

As primeiras videiras foram plantadas em 2006, ocupando uma área de 6 hectares. Eram mudas de diversas variedades francesas, escolhidas em conformidade com as características do terroir da região.

Um das decisões mais importantes, foi a implantação do sistema de dupla poda e colheita de inverno, que havia sido descoberto recentemente pelo pesquisador Murilo Regina da Epamig de Caldas, onde os primeiros vinhos da Guaspari foram elaborados. A partir de 2008, construiu a sua própria vinícola.

Na sequência, fomos conhecer uma das várias parcelas de vinhedos que receberam denominações, inspiradas na vista de cada local.

Assim surgiram o Vista da Serra, Vista do Chá,Vista D’Agua,Vista das Pedras,Vista do Vale, Vista do Bosque,Vista da Mata, Vista do Lago, Vista da Vinícola, Vista do Barão, Vista do Café e Vista de Pinhal, em cada uma destas parcelas são cultivadas uma ou mais variedades de uvas.

Na continuação, entramos no interior da vinícola, onde nos deparamos, com instalações e equipamentos importados de países europeus, distribuídos por vários espaços do prédio.

As barricas de carvalho são importadas da França, compradas de 3 dos mais renomados produtores daquele país.

Também importaram da Borgonha 2 ovos de cimento para dar um toque mineral aos vinhos brancos.

Na última etapa da visita, fomos conduzidos à sala de degustação, onde primeiramente assistimos a um vídeo institucional e depois degustamos 4 belos vinhos( 2 brancos, 1 rose e 1 tinto) que comentarei oportunamente.

Três horas depois a visita havia chegado ao seu final.

O lugar é lindo, de uma paisagem exuberante, cercado de vinhedos, vales, lagos e montanhas, o programa de enoturismo, inaugurado recentemente, foi planejado minuciosamente, para encantar os visitantes.

A vinícola conta hoje com 170 funcionários, a grande maioria são moradores do próprio município, alguns são oriundos de outras regiões do Brasil e outros vieram de importantes centros vitivinícolas, como Chile, Portugal e EUA.

Os 6 hectares de vinhedos do início, em apenas 11 anos, se transformaram em 40 hectares e mais 10 à implantar.

Tudo na Guaspari é pensado e realizado com muita qualidade e a sua administração é digna de grandes empresas.

Não é por acaso que em tão pouco tempo, conseguiu a proeza de colocar a região no mapa do vinho nacional de qualidade.

Por tudo que eu vi, ouvi  e degustei, a vinícola Guaspari, chega para ser uma das protagonistas no cenário do vinho brasileiro de qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *