Os Taxistas Folgados de Reims

Planejamos a nossa visita à região de Champagne, com uma boa antecedência, conforme recomendação de alguns sites de viagens.

A ideia era pegar o trem em Paris pela manhã e retornar no final do dia, tempo suficiente para visitar uma Maison pela manhã em Reims e a outra em Epernay à tarde.

Pegamos o TGV em Paris às 09:28, 46 minutos depois(10:14), já estávamos na Gare de Reims.

O horário da primeira visita, estava marcada para 10:45, na Maison Ruinart que fica a 3.2 km de distância da Gare, o tempo de carro até lá, é estimado em 8 minutos, teríamos uma boa folga para chegar ao endereço da Cave.

Mas o que não estava em nossos planos, era a inacreditável falta de táxis no ponto da Gare de Reims.

A cada 5 minutos em média, aparecia um táxi, ficamos quase uma hora na fila, até chegar a nossa vez. Resultado, perdemos o horário da visita na Ruinart e os 140 euros que havíamos pago pelos ingressos.

Quando chegou o nosso táxi, fomos direto para Epernay, para não correr o risco de perder a visita que teríamos à tarde na Maison Mercier.

É difícil entender, como uma cidade da importância de Reims, com grande fluxo de turistas do mundo inteiro, não disponha de uma frota de táxis suficiente, para atender a demanda, no horário de chegada do TGV de Paris. Onde estão os aplicativos que ainda não se instalaram por lá?

Ficamos com a impressão que os taxistas da cidade, estão muito folgados, pois do outro lado da rua, havia 3 táxis estacionados, sem motoristas dentro, enquanto isso, as pessoas na fila, a beira de uma crise nervosa, com a falta de carros, pois certamente, também deveriam ter  compromissos com horário marcado.

Noutro dia em Paris, uma amiga me falou que esta é uma situação normal em pequenas cidades da França, se bem que Reims, para pequena não serve,possui em torno de 200 mil habitantes, é maior que muitas cidades do interior do Rio Grande do Sul, onde não existe este tipo problema, mesmo em cidades sem atrações turísticas.

Vamos torcer para que na nossa próxima visita à Reims, a cidade possa oferecer aos seus visitantes, serviços de aplicativos de transportes, para atender a demanda reprimida e tirar os taxistas da zona de conforto, gerada pela falta de concorrência.

1 comment for “Os Taxistas Folgados de Reims

  1. 01/08/2018 at 15:57

    Esse site é muito bom mesmo de muita qualidade. Abraço e sucesso

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *