TOUR PELO URUGUAI – VIÑA EDÉN

Quase dois anos depois, retornamos ao Uruguai na última semana, para mais um tour de vinhos pelo país, onde são produzidos os melhores Tannat do mundo.

Visitamos quatro importantes bodegas, duas no Departamento de Maldonado e  outras duas em Montevidéu.

Começamos pela Viña Edén, propriedade de um investidor brasileiro, residente no Rio de Janeiro, localizada sobre as pedregosas serras de Pueblo Edén, uma cidadezinha de apenas 85 habitantes, à poucos minutos de Punta Del Este que deu origem ao nome da Bodega.

O lugar é simplesmente deslumbrante, construído no alto de uma colina, o prédio da Bodega é uma atração a parte, projetado em 3 níveis, para aproveitar a força da gravidade no processo de elaboração dos vinhos,  sua fachada em vidro espelhado, reflete as belezas naturais ao seu redor.

No piso térreo, um moderno restaurante oferece várias opções de pratos, para refeições harmonizadas. Na área externa existe um amplo terraço, onde se pode degustar um vinho ou espumante, apreciando a paisagem espetacular, agradecendo à Deus, pelo privilégio de estar vivo, para poder curtir e admirar este lugar fantástico!

Também é possível agendar visitas guiadas pela bodega e pelos vinhedos a bordo de carrinhos elétricos.

Participamos de um belo almoço, onde foram servidos pratos elaborados com ingredientes orgânicos, cultivados no local, harmonizado com vinhos e espumantes, produzidos na propriedade.

Degustamos um espumante Brut Nature Champenoise,elaborado com 85% de Chardonnay e 15% de Pinot Noir, um varietal de Chardonnay sem passagem por barricas, leve, fresco e aromático, um bomTannat da linha reserva e o Viña Eden Tannat Cemento, maturado por 18 meses em recipientes italianos de concreto que acrescentou frescor e mineralidade, à  sua estrutura, resultando em um Tannat diferenciado.Todos os vinhos estavam ótimos, mas o que nos deixou encantados, foi o ícone Cerro Negro Gran Reserva da safra 2015, considerada uma safra histórica no Uruguai, um blend de Tannat 50%, Merlot 30% e Marselan 20%, com passagem de 18 meses em barricas de carvalho francês.Um vinhaço!

Com a programação já se encaminhando para o final, fomos conhecer as instalações da cantina e as caves subterrâneas, onde estão as barricas de carvalho.

O que eu posso dizer sobre esta visita, é que a Viña Edén tem forte vocação para o enoturismo e não pode ficar de fora de nenhum roteiro de vinhos pelo Uruguai. 


**No próximo post vamos falar da nossa visita à Bodega Spinoglio, ainda desconhecida para a grande maioria dos brasileiros.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *