A Falta de Seriedade e Credibilidade dos Concursos e Premiações

Quem é profissional liberal, empresário, administrador, ou convive na intimidade com a gestão de uma empresa, conhece bem como funciona o mercado de premiações, desenvolvidas  por revistas, empresas de marketing e instituições de vários setores, especializadas  em organizar eventos com ampla cobertura de mídia, para divulgar profissionais, empresas e produtos que receberam algum tipo de prêmio, por se destacar em seu segmento.

O grande problema da maioria destas promoções, é a  falta de seriedade e de credibilidade, pois na verdade, o único critério para receber o tal prêmio, é pagar um valor estipulado pelos organizadores do  evento.

Não estou fazendo estas afirmações, apenas porque ouvi falar, mas por receber anualmente, há mais de 30 anos, estes tipos de convites, que nos são oferecidos por  estas empresas .

Em todos estes anos, apesar da insistência, sempre recusei  estes convites taxativamente, por ter a convicção de que o prêmio em questão, nada mais é do que uma estratégia de marketing, por sinal muito questionável .

Sempre que eu tenho notícias, destes concursos de vinhos realizados pelo mundo afora, onde vinhos  de pouca expressão, ganham premiações  fantasiosas e irreais, eu lembro destas empresas que vivem as custas de vender ilusões e acabam muitas vezes, confundindo  o consumidor.

 

Mais uma bela supresa do Douro de excelente relação preço/qualidade

Analisando as opções da carta de vinhos de uma antiga Galeteria, da zona norte de Porto Alegre, onde almoçamos no último sábado,  decidimos escolher um Douro de 46 reais, preço considerado baixo, em se tratando de um restaurante.

Fiquei um pouco apreensivo quanto a sua qualidade, mas  a verdade é que nunca antes, havíamos ficado decepcionado com vinho produzido no Douro, independente de preço.

Quando as taças foram servidas, os primeiros aromas já demonstravam que havíamos acertado novamente na escolha e quando bebemos os primeiros goles, tivemos a certeza que estávamos diante de mais um ótimo vinho !

cachão

Não é a primeira vez que somos surpreendidos, por um belo vinho português de excelente relação preço/qualidade, mas este Quinta do Cachão Douro, foi simplesmente a maior de todas.

Não sou muito de ficar indicando vinhos, pois sei que o paladar das pessoas são diferentes, mas este vinho tem tudo para agradar muita gente. Para ter certeza só bebendo.

Creio que vale muito a pena conferir, pois no varejo seu preço deve ser ainda mais barato,  mas infelizmente não sei aonde tem para vender aqui na nossa Capital, só sei que a importadora é a Porto a Porto, especializada na importação de vinhos portugueses.

   

Não está longe o dia em que os brasileiros descobrirão os seus vinhos

A despeito do grande preconceito que existe contra  o vinho nacional,  principalmente por parte dos próprios brasileiros, o Lote 43 da Miolo, continua sendo um vinho de qualidade internacional, superior a muito vinho importado, desde que foi produzido pela primeira vez 1999, com uvas cultivadas, pelo antigo sistema de Latada.

alote

Desde o seu lançamento, a Miolo somente produz o Lote 43, em safras  consideradas especiais ! Já provei os exemplares de quase todas as safras em que foi lançado e gostei de todas, mas este  2011, um corte de Merlot e Cabernet Sauvignon, que eu tomei hoje no almoço, está excelente ! Em 2013 eu já havia provado  este vinho e tinha gostado muito, mas agora ele está bem melhor.

O vinho apresentou uma linda coloração rubi violácea, bem viva e brilhante, aromas intensos e agradáveis de frutas negras maduras, com toques de especiarias e chocolate, na boca é  bem saboroso e suculento, sedoso, taninos macios, carvalho na medida certa, bem integrado ao vinho, acidez correta e final de longa duração.Seu teor  alcóolico de 14%, representa menos do que realmente possui. É um vinho sem nenhum defeito.

Mas não pensem que este  vinho é uma exceção, atualmente o vitivinicultura nacional está produzindo uma grande quantidade de vinhos de qualidade, em todas as faixas de preço e mais dias, menos dias, os brasileiros acabarão descobrindo e valorizando os seus vinhos, assim como já descobriram o seu espumante.  

Degustação de Beaujolais as cegas, com vinho intruso e repetido

No último sábado realizamos uma degustação as cegas, cujo principal objetivo era aprender a conhecer os quatro diferentes tipos de Beaujolais(Beaujolais Nouveau, Beaujolais, Beaujolais Village e Beaujolais Cru).

ascegas

Com o intuito de colocar a prova o nível de conhecimento dos confrades do Clube do Tinto, decidimos incluir dois elementos dificultadores a saber:  um vinho intruso, “tipo Beaujolais” (Miolo Gamay  2015) e dois vinhos Beaujolais iguais. 

agamay

Os principais desafios para os degustadores, seria identificar o número das garrafas dos vinhos iguais e do vinho intruso, além de acertar os quatro tipos de Beaujolais.

adegustadores

Participaram da degustação 11 confrades e os resultados foram os seguintes :

Apenas quatro confrades, acertaram quais eram os dois vinhos iguais.

Sete confrades identificaram o vinho “intruso” .

Nenhum  confrade acertou os quatro tipos de Beaujolais, mas seis confrades acertaram dois.

A grande surpresa da degustação(é difícil uma degustação as cegas sem surpresa), ficou por conta do Beaujolais Nouveau, que na soma dos pontos foi considerado o vencedor,  batendo os outros três, Beaujolais, Beaujolais Village e Beaujolais Cru, todos considerados superiores.

abeauj

Foi uma das degustações mais difíceis, realizadas pela Confraria Clube do Tinto que na ocasião comemorava os seus 10 Anos de fundação, mas que serviu como mais uma bela experiência e aprendizado, para os confrades.

Quadrilha rouba Grands Crus sob encomenda na Bourgogne

O crime organizado descobre um novo nicho para desenvolver as suas atividades na França . Somente um produtor da região de Chablis, já foi assaltado 4 vezes  neste ano e os  enomeliantes, estão levando, apenas os Grands Crus, numa clara demonstração que se trata de encomenda.

O que todos gostariam de saber, é para onde estes vinhos estão sendo enviados e quem está encomendando ?

O que se sabe de concreto, é que muita gente está se beneficiando deste esquema, mas a principal causa de existir estes roubos, é porque existe na ponta final, consumidores inescrupulosos, desonestos e sem ética.

Vamos aguardar as investigações policiais  e torcer para que se descubra logo esta rede criminosa, que está trazendo enormes prejuízos às  famílias de produtores que dependem da venda destes produtos, para o seu sustento.

No link abaixo o leitor poderá ler a reportagem completa.

 

http://visao.sapo.pt/alguem-anda-a-roubar-vinhos-franceses-de-luxo-por-encomenda=f822677